Menu

O Projeto

Nosso núcleo criativo deu os primeiros passos em fevereiro de 2014, em Porto Alegre. Sylvio Pinheiro, Douglas Cavallari e Luis Pedro Ferreira procuraram dar forma a um esboço de ideia, que ganhou forma aproveitando para passar uma mensagem de igualdade de gênero. Uma menina, que gosta de caminhões e é filha de uma engenheira que trabalha na indústria de autopeças – igualdade de gênero, antes de mais nada, sem clichês. Mas também suportamos duas mensagens importantes, a da importância do caminhão como forma de transporte de tudo o que importa para nós, dos nossos alimentos as roupas e utensílios e acima de tudo, ressaltando o papel que os produtos da Dana tem nestes veículos. Explicar o funcionamento do sistema de transmissão de força do motor para as rodas, para crianças de todas as idades é nosso maior objetivo. Mas fazer isto de forma lúdica, com diversão e bom humor era nossa estratégia.

Nosso orçamento era limitado e a produção precisou ser adaptada para isto, sendo esta uma das razões para levarmos dois anos na produção. A equipe de animação da Dreams na India foi indicada por um amigo produtor em Porto Alegre. Tudo come;com a ganhar forma com eles. No final da fase de trabalho deles, que levou mais de 8 meses, pedimos para o nosso contato por lá mandar os nomes e fotos do time e tivemos uma surpresa! Um grande time trabalhou e nos apoiou no projeto. Olha quanta gente!

Nossa grande parceira de traduções Monica Sant’Anna ajudou a dar forma para as versões em espanhol e ingles que se tudo der certo, sairão mais adiante. Obrigado, Monica!

A turma da Loop Reclame em POA nos ajudou com as gravações locais, sempre com bom humor, carinho e disponibilidade. Muito obrigado ao Edu, Amanda e todos que nos atenderam.

Motiv, graças a direção de Luis Colombo contribuiu com a parte técnica crítica para nos ajudar a explicar como o sistema funciona. Todos os elementos em 3D foram gerados e animados por eles. Obrigado, amigos!

Big Bang conduzida pelo Maestro – em todos os sentidos – Marcelo Galbetti, congregou talentos como Mario Manga e muitos outros e dirigiu, sonorizou, fez o design de som de maneiras que não conseguimos nem imaginar mas contribuiu de forma imprescindível para o produto final que temos em mãos agora. Um muito obrigado ENORME para o Galbetti.

O pessoal da Talho, graças a dica do amigo Rafael Rodrigues da Haluz entraram na fase final do projeto – mas não menos importante – a faze de finalizar, amarrar, colocar créditos, editar para que tivéssemos os episódios emendados e o 3D com 2D redondinho. Muito obrigado, amigos!

Oder contar com o apoio técnico e moral do Douglas Cavallari, parceiro de tantas aventuras, foi outro alicerce para que o projeto além de ter apelo, tivesse credibilidade. Obrigado, Douglas!

Os créditos jamais farão justiça ao trabalho, envolvimento, suporte e dedicação que o Sylvio Pinheiro deu para este projeto, desde a criação dos personagens, sugestão de roteiro, ideias, edição, aberturas, fechamentos, animações, direção e coordenação dos times remotos e nem tão remotos, sem falar nas vozes do Spicer e outras artimanhas, como trailers, aberturas e fechamentos, até o ultimo momento. S4K sem Sylvio simplesmente não existiria. E graças a ele, S4K é muito mais do que nós mesmos sequer podíamos imaginar que chegaria a ser. Muito obrigado, Sylvio!